domingo, 25 de setembro de 2016

Brasil/BARBÁRIE JURÍDICA, GOLPE ELEITORAL E DESOBEDIÊNCIA CIVIL

23 setembro 2016, Carta Maior http://cartamaior.com.br (Brasil)

Os fascistas da Lava Jato promoveram um golpe eleitoral: querem prejudicar as candidaturas do PT como parte do plano de 'acabar com a raça dos petistas'.

Jeferson Miola

O Estado de Direito no Brasil foi abastardado. Seria suicida desconhecer que o país está sob a égide de um regime autoritário, de exceção. Não é necessário haver o exercício de poder pelas forças armadas para caracterizar a excepcionalidade e o autoritarismo de um regime.
 
As instituições do Estado – Ministério Público e Polícia Federal – e um Poder de Estado –o Judiciário – foram manipuladas e capturadas por militantes partidários.
 
Investidos em cargos públicos, funcionários fardados e togados aparelham e direcionam fascistamente as instituições de Estado para o extermínio de adversários políticos – o PT, Lula e lideranças petistas.
 
O justiceiro Sérgio Moro exerce um poder tirânico. Ele é a Lei; é a ordem. Ele é o policial, o investigador, o acusador e, finalmente, é o julgador daqueles que ele próprio investiga, acusa, julga e condena. Ele é, enfim, a encarnação de um poder total, orwelliano e

Brasil/Intelectuais criticam desmandos da Lava Jato

24 setembro 2016, Vermelho http://www.vermelho.org.br (Brasil)


 




Confira nota na íntegra:

NOTA PÚBLICA EM DEFESA DA ORDEM CONSTITUCIONAL, EM DESAGRAVO A GUIDO MANTEGA

A ordem pública brasileira vem sendo ameaçada sistematicamente por aqueles que deveriam protegê-la.

O direito ao protesto coletivo vem sendo coibido por intervenções provocativas, abusivas e desproporcionais por parte da Polícia Militar, como se a velha polícia política das ditaduras estivesse de novo às soltas.

Ano a ano, cidadãos brasileiros invisíveis são conduzidos coercitivamente a depoimentos – ou algo pior -- sem serem intimados pela justiça.

Quando o espetáculo da acusação sem prova e da condução sem intimação é exibido deliberadamente por agentes da lei, na persecução de objetivos estranhos à ordem jurídica e da publicidade sem

Ecuador/NOVA OPERAÇÃO CONDOR TEM LULA E CRISTINA KIRCHNER COMO ALVOS

23 septiembre 2016, Carta Maior http://cartamaior.com.br (Brasil)

Editorial do jornal El Telégrafo, do Equador

Querem ocultar as corrupções do presente, prendendo líderes populares da esquerda como banquete para a opinião pública, entorpecida pelo ódio à política.

É evidente que não se trata de uma simples coincidência. Se antes foram os grupos de conspiradores formados dentro das instituições militares latino-americanas os que protagonizaram os casos de tomada de poder derrubando governos legitimamente constituídos, agora são os aparatos judiciais e midiáticos os que lideram esta nova retomada do poder por parte dos setores empresariais, defensores do neoliberalismo, que desta vez atacam os governos progressistas que se constituíram no subcontinente.
 
Claro que, por trás dessa nova onda, impulsadas pelos mesmos de sempre, estão os mesmos objetivos de outrora, ainda que com novos métodos: desta ve, usam como arma a difamação, buscam o desprestígio, a constante condenação moral de tudo aquilo que fazem os líderes de governos progressistas, tentando sempre vinculá-los a atos de corrupção.
 
São as mesmas narrativas, criadas e difundidas pelos grandes meios de comunicação, que deformam

Vaticano/Papa Francisco: "Jornalismo não pode virar uma arma de destruição"

23 setembro 2016, Vermelho http://www.vermelho.org.br (Brasil)

O papa Francisco reuniu-se com jornalistas e disse como um bom jornalista tem que fazer seu ofício. Com alguns conselhos, o Pontífice quase criou um pequeno documento de ética para a profissão na reunião com o Conselho Italiano da Ordem dos Jornalistas, que aconteceu na sala Clementina com o presidente do órgão, Enzo Iacopino, e com o responsável pela Secretaria Vaticana de Comunicação, o monsenhor Dario Edoardo Viganò.

Entre as recomendações fundamentais de Mario Bergoglio para quem "faz a informação" estão as de "amar a verdade", "viver com profissionalismo", e "respeitar a dignidade humana". Assim, o jornalismo não será transformado em uma "arma de destruição" de pessoas e de povos e

Brasil/Lava Jato: criticada por um ex-aliado de Sergio Moro e alvo de contraofensiva de políticos

20 setembro 2016, El País http://brasil.elpais.com (Brasil)


Professor da UERJ e ex-interlocutor do juiz, Afrânio Jardim, diz que procuradores estão deslumbrados.

 

Políticos se unem nas críticas. Câmara tenta aprovar projeto que anistiaria caixa dois no passado


De consultor informal da Lava Jato a atroz crítico da operação. A conduta adotada por um dos principais juristas da área processual do Brasil, Afrânio Silva Jardim, de 66 anos, demonstra o tamanho da decepção de parte do meio acadêmico (além do político, que tem seus interesses próprios) com os últimos passos da principal ação anticorrupção da história do país. Há pouco mais de dois anos, Jardim começou a trocar impressões com o juiz Sergio Moro, o responsável pela operação na primeira instância. Apoiava seus atos. Elogiava a importância das apurações.

Mas as últimas ações da força-tarefa fizeram com que ele rompesse com o magistrado e se tornasse um dos principais críticos dos

Portugal/O GOLPE EM CURSO

15 setembro 2016, Resistir.info http://resistir.info (Portugal)

por Carlos Carvalhas

Há um golpe em curso. 

Como no Brasil não se trata de um golpe militar, mas um golpe de pantufas, lento, burocrático, hipócrita. 

A opinião pública vem há muito a ser preparada e intoxicada para o aceitar, designadamente através dos meios de comunicação oficiais com destaque para a RTP. 

O país está em estagnação desde que o Euro entrou em circulação. Com o governo PSD /CDS a economia afundou-se, o PIB teve uma queda histórica, bem como o investimento público e

CUBA Y EL FLOTADOR CHINO

24 septiembre 2016, Rebelión http://www.rebelion.org (México)


El primer ministro chino Li Keqiang visita Cuba. Ambos países han exhibido en los últimos lustros una clara cercanía política pasando página de los diferendos ideológicos que les distanciaron durante la guerra fría. En China siempre ha existido cierta admiración por la Revolución Cubana y sus líderes, manifestada desde el primer momento del triunfo con el reconocimiento diplomático de la República Popular, el primero de un país de América Latina, y la histórica visita del Che a Beijing. Hoy, con ambos países gobernados por partidos comunistas, el respeto a las especificidades mutuas y a la libre elección del camino de desarrollo representa el núcleo de una relación basada en el derecho al ejercicio de una heterodoxia con desiguales signos de pragmatismo.

Li Keqiang llega a Cuba al frente de una numerosa delegación, más de cien personas. Es la primera vez que un primer ministro chino pisa Cuba, un país con un 1 por ciento de población con ascendencia en el gigante asiático, descendientes de los culíes llegados a la isla en

September 21, 23, 24, 25 2016/News: 1- Kiev is preparing provocations…, 2- Polish troop deployment…, 3- Clinton left classified data in Russian…, 4- Russian envoy: Kiev’s anti-Moscow…, 5- Lethal arms supply to Ukraine…, 6-- Donetsk residents…, 7- About 600 thousand of voting…, 8- Soviet leaders should have…, 9- AntiBellingcat publishes part 2 of report…, 10- Donetsk Defense: Situation…

DONi Donbass International News Agency https://dninews.com (Donbass)

1- Kiev is preparing provocations on primaries through foreign mercenaries -- LPR People`s Militia

2- Polish troop deployment to Ukraine underscores NATO’s role in fomenting crises

3- Clinton left classified data in Russian hotel during state secretary trip - FBI
4- Russian envoy: Kiev’s anti-Moscow attacks at UN sessions are becoming boring
5- Lethal arms supply to Ukraine takes a toll on peaceful negotiations
6-- Donetsk residents physically challenged to be able to vote at home
7- About 600 thousand of voting papers to be printed by primaries-2016 in DPR
8- Soviet leaders should have prevented USSR's collapse
9- AntiBellingcat publishes part 2 of report debunking lies about MH17 crash in Donbass
10- Donetsk Defense: Situation Report, 25.09.16
----------


1- Kiev is preparing provocations on primaries through foreign mercenaries -- LPR People`s Militia
Saturday, September 24, 2016 - 16:09, DONi Donbass International News Agency https://dninews.com (Donbass)

Kiev is preparing provocations in the run-up and on the day of the preliminary public voting in the LPR (primaries), informed today the chief of LPR People`s Militia Department Oleg Anashenko during briefing in LuganskInformCenter.

According to our information, at least 200 foreign mercenaries are dislocated in the localities near the contact line. The presence of foreign mercenaries

Донбасс: всё висит на волоске

21.09.2016, Фонд стратегической культуры http://www.fondsk.ru (Россия)


Судя по официальным сводкам штабов вооружённых сил ЛНР и ДНР, начало текущей недели (ночь с воскресенья на понедельник 19 сентября, сам понедельник и ночь с понедельника на вторник 20 сентября) впервые за последние месяцы и с момента объявленного главами ЛНР и ДНР приказа об одностороннем прекращении огня с 00 часов 15 сентября выдалось спокойным, без обстрелов со стороны украинской армии. Однако никто не верит, что эта тишина надолго.

За два дня до наступления краткой передышки ВСУ попытались прорвать линию обороны вооружённых сил республик, спровоцировав их на ответный огонь. Всего же в тот день украинская сторона девяносто раз открывала огонь из 82-мм минометов, гранатометов, БМП и стрелкового оружия, нанося удары по Ясиноватой, Спартаку, Горловке, Широкой Балке, Зарянову и Петровскому району Донецка.

А в первую ночь «режима тишины» ВСУ

quarta-feira, 21 de setembro de 2016

Naciones Unidas/6 países censuran intervención de Temer abandonando sala de AGNU

21 septiembre 2016, HispanTV http://www.hispantv.com (Irán)

Representantes de seis países latinoamericanos dejaron la sala de la AGNU en señal de protesta cuando el presidente de Brasil, Michel Temer, daba su discurso.


“Ecuador, Costa Rica, Bolivia, Venezuela, Cuba, Nicaragua salen de debate general de la Asamblea General de la ONU al tomar la palabra Michel Temer”, anunció el martes el canciller ecuatoriano, Guillaume Long, en su cuenta de Twitter.

Asimismo, explicó que este acto de las delegaciones latinoamericanas fue una señal de contundente rechazo a reconocer el Gobierno que lidera Temer tras el juicio político (impeachment) contra la ya exmandataria Dilma Rousseff.

Temer, el primero de los 135 jefes de Estado y de Gobierno en hablar en el debate anual de la 71ª Asamblea General de las Naciones Unidas (AGNU), es acusado por dichos países de traidor y golpista, pues era vicepresidente de Rousseff.

Brasil/Moro perdeu imparcialidade para julgar Lula, diz defesa

20 setembro 2016, Vermelho http://www.vermelho.org.br (Brasil)

Os advogados do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva divulgaram nota, na noite desta terça-feira (20), na qual afirmam que seu cliente enfrenta “um processo sem juiz”, uma vez que Sergio Moro teria perdido a “imparcialidade para julgar Lula”. No texto, eles ressaltam a ausência de provas contra o petista e o histórico de perseguição ao ex-presidente e de violação às suas garantias fundamentais. 

Moro acolheu nesta terça a denúncia dos procuradores da Operação Lava Jato contra o ex-presidente, apesar da reconhecida falta de provas. Os advogados agora têm dez dias para apresentar a defesa.

“Nem mesmo os defeitos formais da peça acusatória e 
a ausência de uma prova contra Lula,como amplamente reconhecido pela comunidade jurídica, impediu que o referido juiz levasse adiante o que há muito havia deixado claro que faria: impor a Lula um crime que jamais praticou”, diz

Brasil/Apoiado pelo sindicalismo internacional, Lula diz que denúncia é farsa

20 setembro 2016, Vermelho http://www.vermelho.org.br (Brasil)

 

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva participou nesta terça-feira (20), através de teleconferência, do lançamento da campanha "Stand With Lula" organizada pela Confederação Sindical Internacional (UTC/CSI) em Nova York. A entidade representa 180 milhões de trabalhadores sindicalizados de 162 países. Com conhecimento de que o Juiz Sérgio Moro acolheu a denúncia contra ele, Lula afirmou no evento que acredita na justiça mesmo a denúncia sendo uma farsa.


Lula criticou o que chamou de “processo de amedrontar as pessoas”. Segundo ele, o Brasil adotou a tática de “se eu não tenho provas, eu mando a imprensa condenar”. Na opinião do ex-presidente, a prática de criminalizar as pessoas pelas manchetes de jornais deve ser repudiada em qualquer lugar do mundo.

“Eu sou um homem de consciência muito tranquila. Se alguém apresentar uma prova contra mim eu quero ser julgado como qualquer cidadão brasileiro que está subordinado à constituição. Não quero privilégio. O que eu não quero é mentira, é falsidade, é inverdade a meu respeito. Eu tenho uma história construída. Só de luta são 41 anos ajudando a conquistar a democracia no meu país, ajudando que os mais pobres e os negros